Comando Espacial dos EUA revela que Rússia - Mundo Ovni - Todas as Notícias sobre,Extraterrestres e Ovnis

26 de julho de 2020

Comando Espacial dos EUA revela que Rússia



Parece ser apenas uma questão de tempo até que os conflitos bélicos se estendam para a órbita ao redor da Terra e mais adiante.

Estados Unidos diz que tem evidências de que a Rússia testou uma arma antissatélites no espaço em 15 de julho, alertando que a ameaça aos sistemas de Washington é real.

Rússia realizou um teste não destrutivo de uma arma anti-satélite baseada no espaço.

Que as ameaças aos sistemas espaciais americanos e aliados são reais, sérias e crescentes.

Negociador de desarmamento nuclear Marshall Billingslea, acrescentando que será uma “questão importante” a ser discutida na próxima semana em Viena, quando a intenção é renovar o Tratado de Redução de Armas Estratégicas (START).

Comandante do Comando Espacial dos EUA e Chefe de Operações Espaciais da Força Espacial dos EUA.

Teste de armas em órbita é o mesmo sistema de satélite que levantamos preocupações no início deste ano, quando a Rússia manobrou perto de um satélite do governo dos EUA.

Satélites russos, Cosmos 2542 e 2543, perseguiu um satélite espião americano chamado USA 245, também chamado KH-11. No caso recente de 15 de julho, foi novamente um dos satélites mencionados acima, o Cosmos 2543, que lançou um objeto desconhecido em órbita.

Estado Assistente dos EUA que atualmente desempenha as funções de Subsecretário de Controle de Armas.

Hipócrita da Rússia a respeito do controle de armas do espaço sideral, com o qual Moscou tem como objetivo restringir as capacidades dos Estados Unidos, embora claramente não tenha intenção de interromper seu próprio programa de contra-espaço – tanto as capacidades antissatélites em terra quanto o que parece ser um armamento anti-satélite real em órbita.

Contra as acusações dizendo que era apenas um satélite de inspeção, os americanos estão convencidos de que era algo muito mais preocupante.


FONTE: OVNI HOJE

Nenhum comentário:

Postar um comentário